A figueira da parábola não dava frutos. Ocupava um espaço no campo do lavrador, tinha certamente os cuidados deste mas, mesmo assim, não produzia os figos tão desejados. Neste imenso planeta, eu tenho também um espaço que chamo meu. Como o estou a ocupar? Inutilmente? Que tipo de frutos Deus e os outros esperam de mim?

Novo Documento 13_3

«Certo homem tinha uma figueira plantada na sua vinha. Foi procurar os frutos que nela houvesse, mas não os encontrou. Disse então ao vinhateiro: ‘Há três anos que venho procurar frutos nesta figueira e não os encontro. Deves cortá-la. Porque há de estar ela a ocupar inutilmente a terra?’. Mas o vinhateiro respondeu-lhe: ‘Senhor, deixa-a ficar ainda este ano, que eu, entretanto, vou cavar-lhe em volta e deitar-lhe adubo. Talvez venha a dar frutos. Se não der, mandá-la-ás cortar no próximo ano».

Obra de Misericórdia
                                Consolar os tristesaliviar

Porque queremos ser misericordiosos como Jesus, procuremos estar atentos, ajudar, escutar, consolar quem está triste.

IMG_0721Cantinho de Oração

Esta semana colocamos no nosso cantinho uma planta, lembrando a figueira e a esperança em que dê frutos. Cuidemos dela com carinho.

OraçãoIMG_0729

Não tenho frutos para Te dar.
Digo-Te “sim” com a boca
mas continuo agarrado aos hábitos velhos
De egoísmo e mentira.
Mas não desanimo. Sei que contigo,
há sempre tempo extra.
Sei que Tu acreditas que eu sou capaz.

 

Lê e escuta a Palavra de Deus
«Se não vos arrependerdes, morrereis do mesmo modo»

3º

Anúncios