Celebrámos na eucaristia do passado dia 1 de maio o dia da Mãe.
Nessa celebração recordámos todas as mães…
as que já tinham partido,
as que ainda nos abraçam,
Maria nossa Mãe…
a todas elas deixamos o nosso muito obrigado pela vida,
pelo amor, pela dedicação, pela paciência…

Após a comunhão e a convite do nosso pároco, os filhos presentes na celebração dirigiram-se até à sacristia onde receberam uma flor para oferecerem à sua mãe. Foi um momento muito emotivo e que não deixou ninguém indiferente.

Fotografias de José Manuel Mendonça Gouveia

 

Deixamo-vos aqui o poema que foi tão bem lido pela Petra (3º volume):

Mãe,
Obrigada pela vida que me deste,
Pelo leite, pelo pão,
Pelo carinho, pela amizade
E pela compreensão.
Obrigada por me ensinares o certo e o errado,
o bom e o mau…
Por vezes é difícil perceber
que aquilo que fazes é para meu bem:
não posso comer tantos chocolates…
não posso estar tanto tempo a ver televisão…
tenho de fazer os trabalhos antes de brincar…
na verdade não é fácil!…
Mas sei que algum dia, provavelmente quando for crescida, vou perceber mais facilmente essas tuas atitudes.
Por hoje apenas quero ser o teu rebento e
Adormecer no teu colo tão doce.
Obrigada mãe…

Anúncios