Juventude Agrária Católica foi fundada por volta dos anos 30 com a criação dos movimentos. Em 1954 constituiu-se o Movimento Internacional da Juventude Agrária e Rural Católica (MIJARC), na qual a JAC se inclui. Em 1976 é dada uma nova denominação, passando a chamar-se Juventude Agrária e Rural Católica  e em 1985 os seus estatutos foram aprovados pela Conferência Episcopal Portuguesa.
A grande linha de orientação da JARC é essencialmente a EVANGELIZAÇÃO DO MEIO RURAL. A esta grande orientação estão, sem dúvida, ligados: a participação na transformação do meio rural com uma atitude crítica na luz da dignidade da pessoa e seus direitos, denunciando as injustiças e subdesenvolvimento e propondo os valores por um desenvolvimento mais humano, solidário e fraterno na luz dos valores cristãos anunciados no Evangelho e no Magistério da Igreja, tendo em conta a liberdade do Homem como pessoa humana e filho de Deus.

Para mais informações http://www.cnasti.pt/cnasti/?pg=jarc

LogotipoJuventude Agrária Católica Feminina
A 26 de Abril de 1961, treze jovens mulheres reuniram-se pela primeira vez como grupo do movimento da Juventude Agrária Católica Feminino. Uma das mentoras do grupo, Maria José Sousa Jardim, alertou neste primeiro encontro para a necessidade de “raparigas que façam apostolado e que sejam verdadeiros soldados de Cristo”.